Em Taquaritinga (SP): Saúde registra queda de óbitos por câncer de mama, mas procura pelo exame preventivo também diminui

O número de mulheres que procuram as Unidades Básicas de Saúde para realizarem a Mamografia – importante exame na prevenção do câncer de mama – diminuiu nos últimos anos em Taquaritinga/SP. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde, que contabilizou a queda de cerca de 35% no ano de 2020 em comparação aos exames feitos em 2018 e 2019.

Durante o ano passado, 1.391 exames foram realizados. Já em 2019, o número foi de 1.623 e, em 2018, 2.044.

Neste mesmo período, o número de óbitos pela doença também foi reduzido: em 2018, foram 8 mortes e, em 2019 e 2020, o número variou de 3 a 5 cada ano.

Segundo a pasta, o ano anterior poderia ter sido encerrado com melhores índices se não fosse pelo período atípico causado pelo novo Coronavírus. “Em virtude da pandemia, não realizamos os habituais mutirões ou campanhas de incentivo à procura pelo exame. A situação fez com que muitos procedimentos fossem adiados pelo risco de contaminação da Covid-19, mas a rotina das UBSs devem ser reestabelecidas neste ano. Quando houver um momento seguro para todos, é de suma importância que as mulheres procurem as unidades médicas e não deixem de fazer os exames preventivos, tanto a Mamografia como os outros essenciais para a saúde”, disse em nota divulgada.

A mamografia é uma espécie de raio-x das mamas e de grande valia para o diagnóstico precoce do câncer de mama – o segundo tipo de câncer mais comum em mulheres no Brasil.

O exame pode ser solicitado por um enfermeiro da UBS para pacientes de 49 a 69 anos, sem a necessidade de consulta médica. Basta procurar o profissional para receber todas as orientações sobre o procedimento, bem como informações dos fatores protetores e detecção precoce da doença.

Pandemia:

As consultas e procedimentos não-emergenciais foram restritos nas Unidades de Saúde do município após a rede pública de Saúde registrar aumento de internações de pacientes pela Covid-19. A rotina deverá ser retomada quando o cenário da contaminação do vírus apresentar níveis seguros, tanto para os profissionais quanto aos pacientes que utilizam os serviços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *