Câmara de Taquaritinga (SP) passa a ter intérprete de Libras em sessões

A inclusão sempre esteve na ordem do dia da Câmara Municipal de Taquaritinga (SP). Seguindo esse protocolo cada vez mais em voga num mundo em transformação, as atividades legislativas passarão a ter tradução em Libras (Língua Brasileira de Sinais) a partir de segunda-feira (20). A estreia do serviço contínuo será na Audiência Pública da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), marcada para ás 19h e na Sessão Ordinária que começará logo em seguida.

Para verter o que é dito em plenário para a linguagem compreendida por surdos e ouvintes que a estudaram, foi contratada a empresa Educalibras Treinamento e Desenvolvimento do Idioma de Libras Ltda Epp, da capital paulista, vencedora da licitação aberta pelo Legislativo.

O pedido para a implantação da versão em Libras partiu do vereador Dr. Valmir Carrilho Marciano e foi prontamente atendido pelo presidente da Câmara, Tenente Lourençano, que sancionou a Resolução 78, de 23 de junho de 2021. Esse documento contém as normativas para a implantação do serviço – sistema linguístico de natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria para transmissão de ideias e fatos, destinado a comunidades de pessoas surdas ou portadoras de deficiência auditiva, na forma estabelecida pela Lei Federal n.º 10.436, de 24 de abril de 2002.

Tradutores da Educalibras acompanharão todas as sessões, audiências e eventos públicos da Câmara, com transmissão em tempo real pelos canais digitais. Será implantado um sistema interno para melhor visualização das traduções pelo auditório. Para quem acompanhar pelo computador ou smartphone, o serviço será exibido em tela paralela à do discurso original.

Não será a primeira vez que a Câmara terá tradução em Libras. Em 2016, o então presidente Luisinho Bassoli promoveu, em caráter experimental, a Sessão Solene de aniversário da cidade com o idioma oficial para surdos e legendas por estenotipia. Atualmente, as transmissões legislativas contam com closed caption – sistema que gera legendas automáticas para facilitar o entendimento de deficientes auditivos.

Nesse mesmo ano iniciou-se uma parceria entre a Câmara e o Ministério Público de Taquaritinga, por meio do promotor Dr. Flávio Okamoto, grande incentivador dos direitos das pessoas com deficiência. Por meio dela, foram realizados diversos cursos de Libras, que formaram dezenas de pessoas oriundas de variadas atividades profissionais. O objetivo foi facilitar a comunicação em escolas, sistema de saúde, bancos e no comércio em geral.

Sistema no site:

A página da Câmara de Taquaritinga na internet, renovada há poucos dias, já conta com um sistema instantâneo de tradução em Libras em todas as suas publicações. Para ativá-lo, o usuário deve clicar sobre as duas mãozinhas que aparecem no primeiro menu suspenso (barra na cor preta), ao lado da palavra “acessibilidade”, no alto da tela. O boneco (masculino ou feminino, basta escolher) verterá o conteúdo escrito para Libras.

(Informações: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.