Washington Maguetas fala sobre “Projeto Cidadania Taquari-tinga”, que será implantado nas escolas da cidade

Em breve, alunos das escolas públicas de Taquaritinga (SP) irão receber o “Projeto Cidadania Taquari-tinga”, idealizado pelo artista impressionista, Washington Maguetas.

Shadow
Slider

Em entrevista concedida ao Jornal Tribuna, o taquaritinguense relata que sempre conservou o desejo de implantar um projeto que levasse conhecimento histórico através da arte nas escolas da cidade, mas que não dependesse de dinheiro público ou apoio político. ” Há dois ou três anos eu comecei a trabalhar a ideia de mostrar para os estudantes as origens de Taquaritinga através do meu trabalho. Durante todo esse tempo, fiz alguns esboços e aperfeiçoei o planejamento, até que ele pudesse ser apresentado e executado”, disse.

Washington Maguetas recebeu a jornalista Alessandra Cason em sua casa na tarde do dia 18 de Julho

O processo de pesquisa e levantamento de dados e documentos auxiliou Maguetas na realização de seu propósito. “As histórias de meu avô, que chegou em Taquaritinga no ano de 1905, também me ajudaram a retratar o cenário de como era a cidade naquela época”, relatou.

O projeto contará com um quadro pintado por ele exclusivamente para a iniciativa  e que acompanhará um texto fictício, também escrito pelo artista, para orientar o seu contexto ilustrativo.

Réplicas da obra serão entregues aos diretores das escolas públicas de Taquaritinga para serem trabalhadas dentro das salas de aula com os alunos. Uma crônica, também escrita por Maguetas, será anexada atrás do quadro, para orientar sobre a pintura e seu contexto ilustrativo (Foto: Alessandra Cason)

A narrativa é escrita pelo personagem fictício João da Costa*, que envia uma carta para o seu primo Antônio da Costa* discorrendo sobre sua chegada em Taquaritinga (SP) em meados de 1852. A crônica é apenas uma suposição de que possa ter existido um documento parecido contendo informações sobre a origem da cidade.

Serão feitos trinta e seis quadros giclée, que serão distribuídos para as instituições de ensino do município. O valor da elaboração das obras foi custeado por alguns ex-alunos das escolas procurados por Maguetas e que concordaram em colaborar com o projeto.”Procurei amigos e ex-estudantes das escolas públicas de Taquaritinga e lhes apresentei o projeto, enfatizando que seria uma boa oportunidade para que cada um que estudou nas respectivas instituições contribuísse com a iniciativa; assim, eles retribuirão todo o carinho e gratidão por ter se formado em uma boa instituição sem custo algum”, ressalta.

As réplicas dos quadros serão entregues para as referidas autoridades em uma cerimônia a ser realizada no dia 20 de Agosto de 2019, ás 19h, na Câmara Municipal de Taquaritinga (SP). O evento contará com a presença de personalidades públicas do Poder Legislativo e Executivo, além da imprensa, profissionais da educação e membros da sociedade civil. Convites também serão enviados ao Secretário da Educação do Estado de São Paulo e para o Ministro da Educação.

“Ainda não soube de nenhum projeto semelhante em escolas da nossa região. Espero que o “Projeto Cidadania Taquari-tinga” seja um exemplo para que outros municípios também invistam em conhecimento e arte”, finaliza Maguetas.

Quadro pintado por Maguetas exclusivamente para o “Projeto Cidadania Taquari-tinga”

Quem é Washington Maguetas:

Washington Maguetas é um artista que desde cedo desempenhou papel definido no ofício das Belas Artes, tendo seu trabalho baseado no aprendizado pela observação e prática. São mais de 50 anos de vivência artística, que lhe conferem a condição de Mestre. Nascido em 5 de Julho de 1942, em Taquaritinga (SP), Maguetas tornou-se professor de desenho e pintura desde 1960. Sua principal atividade sempre foi a pintura, também tendo criado músicas (letras e melodias), esculturas e poesias.

A arte de Maguetas é intimamente ligada à história do impressionismo no Brasil e no mundo. Passou uma grande parte de sua vida na busca árdua da cor, da harmonia, da sombra e da forma perfeita.

O impressionismo surgiu espontaneamente, porque veio da necessidade de reproduzir os momentos rapidamente, conservando a luz natural em cada cena. As cores, tons e luzes são brasileiras, assim como a maior parte das paisagens, classificando seu trabalho como um “Impressionismo Tropical”.

Galeria de Washington Maguetas, onde o artista produz as suas obras (Foto: Alessandra Cason)

Para saber mais sobre Maguetas e sua obra, basta visitar o site oficial do artista no endereço http://www.maguetas.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *