Tiro de Guerra de Taquaritinga (SP) tem novo comandante

O Tiro de Guerra 02-041, da cidade de Taquaritinga (SP), já conta com um novo comandante desde o início de Janeiro. A despedida do Subtenente Aurélio Colares Maciel e de seu esposa Socorro Maciel aconteceu no dia 17 de Dezembro de 2019, no gabinete do prefeito Vanderlei Marsico e do vice-prefeito Luiz Fernando, na mesma oportunidade em que o Primeiro Sargento Valério Fambre Gonçalves e sua esposa Elen Fabiana de Souza foram recepcionados.

Shadow
Slider

Agora, o Subtenente Colares irá compor o 9º Batalhão de Engenharia de Construção de Cuiabá (MT). Ele esteve por quase dois anos à frente da instituição militar taquaritinguense e, durante o encontro, desejou uma excelente chefia ao Sargento Fambre, o qual se prontificou a levar adiante o Projeto Pelotão Mirim, implantado em 2018 no município. 


O Tiro de Guerra de Taquaritinga (SP) foi criando no ano de 1928 com a denominação ‘Linha de Tiro nº 75’, passando por várias mudanças de denominação até o ano de 1979 quando tornou-se, então, o ‘Tiro de Guerra nº 02-041’. A instituição é responsável por selecionar e formar cerca de cinquenta atiradores todo o ano no processo do Serviço Militar Obrigatório, onde o cidadão do sexo masculino recebe instruções militares durante duas horas diárias que exalta a disciplina, camaradagem, liderança, dedicação, lealdade, honestidade e iniciativa, dentre outros valores militares.


Ao término do período de instrução de formação do Combatente Militar de Formação Básica, o atirador é licenciado como reservista de 2ª categoria, momento no qual é dado ao militar a Reservista. Em entrevista ao Jornal Tribuna, o novo chefe do Tiro de Guerra disse ter recebido a incumbência de estar estreitando ainda mais os laços com o sociedade taquaritinguense e se diz muito feliz por ter tido a oportunidade de poder passar aos futuros atiradores e aos soldados do Projeto Pelotão Mirim, toda a sua experiência na caserna.

“A nossa sociedade precisa exaltar os valores das boas práticas, conhecer a história de nossa Pátria que é maravilhosa, cultuar os Símbolos Nacionais e as tradições. No TG, formamos cidadãos que aprendem a defender a Pátria, garantir os Poderes Constitucionais, a Lei e a Ordem, cooperando com o desenvolvimento nacional e participar de Operações de Garantia da Lei e da Ordem”, disse o Sargento Fambre.


“É inegável a necessidade a dedicação pessoal, autodisciplina e vontade de aprender, tanto por parte dos atiradores como por parte dos soldados do Projeto Pelotão Mirim, onde se exige muita dedicação”, completou.


O militar que assume o Tiro de Guerra foi selecionado pelo Exército Brasileiro após um complexo e concorrido processo em que as características do militar para chefiar um Órgão de Formação da Reserva de forma isolada são levadas em consideração.


O Sargento Fambre tem formação militar na área da Engenharia e possui três especializações, fala dois idiomas e participou, por duas vezes, em Missões de Paz da ONU representando o Brasil no exterior, onde pode externar a sua vontade inequívoca de fazer o melhor que pode com aquilo que tem. Além disso, é casado com a sra. Elen, que é psicóloga e estará auxiliando, como voluntária, o Projeto Pelotão Mirim na parte cognitiva e interpessoal. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *