Taquaritinga (SP) termina 2020 sem registro de homicídios e com diminuição nos índices de criminalidade

Depois de passar por um ano com o maior número de homicídios nas últimas décadas, Taquaritinga está há quatorze meses sem o registro de crimes violentos letais intencionais (homicídios, feminicídios, latrocínios ou lesão corporal seguida de morte). A informação foi divulgada pela Secretaria de Segurança Pública durante o balanço dos principais delitos na cidade em 2020, que também aponta a diminuição nos índices de criminalidade no município no mesmo período.

Segundo os dados divulgados, o último homicídio na cidade aconteceu no dia 14 de Novembro de 2019, quando um rapaz de 25 anos foi assassinado por sua companheira no Jardim Micali. Outro crime chegou a ser registrado na Delegacia em 2019, mesmo tendo ocorrido em outra cidade; trata-se do corpo de um homem encontrado no vagão de um trem que passava pelo município, mas o caso não foi investigado pela Polícia Civil local.

Durante os doze meses de 2020, a ‘Cidade Pérola’ também teve os menores índices de roubos e furtos em comparação ao ano anterior. De Janeiro à Dezembro, 25 roubos foram feitos na cidade, envolvendo estabelecimentos comerciais, residências, pedestres, entre outros. O índice é menos que metade do total de 2019, quando houve 54 assaltos.

Em 2020 também não houve assaltos a banco e instituições financeiras.

Os 8 roubos de veículos representam queda de 50% na comparação com os 16 de 2019.

Para o comandante da 2° Companhia da Polícia Militar, Capitão PM Coelho, o combate ao crime na cidade está cada vez mais fortalecido pela participação da sociedade e pelo apoio dos setores público e privado.  “A execução de campanhas da Polícia Militar junto à imprensa, com informações preventivas, sempre foi muito importante. O apoio da Prefeitura em nosso trabalho, através do convênio da Atividade Delegada, também fomenta a segurança e diferencia Taquaritinga das demais cidades da região, porque é possível estender nosso patrulhamento em áreas rurais e complementar a sensação de segurança nos munícipes com o aumento de viaturas patrulhando no perímetro urbano a todo o momento. O combate efetivo ao tráfico de drogas, que também impacta em prática de crimes, é algo que vem se destacando e aumentando a confiabilidade da população na PM. Enfim, é um conjunto de práticas que podemos citar que fez com que reduzíssemos, de forma considerável, a violência neste último ano. Já estamos pleiteando, junto à Prefeitura, para darmos continuidade, em 2021, no trabalho  desenvolvido na área rural com verba impositiva da Câmara Municipal”, disse em entrevista ao Jornal Tribuna.

O comandante ainda não relaciona a diminuição de crimes com a questão da pandemia de Covid-19.

Quanto às mudanças feitas, Capitão PM Coelho ressalta que houve investimentos na Companhia, ressaltando a reativação da Base Comunitária no distrito de Guariroba, o recebimento de novas viaturas para repor a frota já desgastada e o ingresso de policiais para ocuparem os cargos de policiais que se aposentaram.  

Uma ligação por morador:

A 2° Cia da Polícia Militar de Taquaritinga/SP atendeu 55 mil chamados, feitos pelo telefone emergencial 190 durante o ano de 2020. O número corresponde o equivalente a uma ligação por habitante.

A produtividade da equipe mostra a confecção de mil boletins de ocorrência apresentados pelos soldados na Delegacia de Polícia. Desse total, 167 casos foram flagrantes, resultando na prisão de 198 pessoas durante o período.

O número de delitos envolvendo adolescentes também aumentou: foram 89 menores detidos pelas autoridades, enquanto 85 foram apreendidos no ano anterior.

A PM também realizou a abordagem de 24 mil veículos no ano passado.

Durante as ocorrências, foram apreendidos 3,5kg de cocaína,700g de crack, 27kg de maconha e 230g de outros entorpecentes. Além disso, 33 armas brancas e 14 armas de fogo foram retiradas de circulação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *