Taquaritinga (SP) é incluída em polo de desenvolvimento econômico do estado

O governo de São Paulo anunciou, na última quinta-feira, 23 de maio, a criação de 11 polos de desenvolvimento econômico com pacotes de benefícios setoriais para a indústria. Três estão na região Central – e Taquaritinga (SP) foi incluída em um deles. Para o presidente da Câmara, Beto Girotto, o programa de incentivos que pode ajudar a impulsionar a economia vem em boa hora.

Shadow
Slider

“A atuação dos polos é para identificar falhas de mercado e atuar nas falhas de governo. Nosso trabalho é alavancar a produtividade e a competitividade do setor privado, para impulsionar e melhorar as políticas públicas nas regiões onde as cadeias produtivas estão instaladas”, disse a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen. “Aumentar a eficiência e a efetividade dos gastos públicos com transparência é o nosso dever. Esse trabalho vai ser feito com muita eficiência e com o mesmo recurso existente”, completou.

 

Foram anunciados polos nos setores de Agritech, Aeroespacial, Serviços Tecnológicos; Alimentos e Bebidas; Automotivo; Biocombustíveis; Couro e Calçados; Derivados de Petróleo e Petroquímico; Eco Florestal; Metal-metalúrgico, Máquinas e Equipamentos; Químico, Borracha e Plástico; Saúde e Farma e Têxtil, Vestuário e Acessórios que cobrem todo o estado de São Paulo.

 

De acordo com o governador João Doria, essa nova política pública é fundamentada em seis pilares, com o objetivo de “adensar e integrar as cadeias produtivas”. São eles: Simplificação Tributária e Regulatória; Financiamento Competitivo – voltado ao adensamento da cadeia produtiva; Tecnologia e Inovação; Qualificação de mão de obra; Infraestrutura e serviços; e Ambiente de Negócios & Desburocratização – fast track de licenças e permissões, One Stop Shop.

 

Na Região Central foram identificados três polos industriais. Taquaritinga (SP) foi enquadrada no polo de Alimentos e Bebidas, juntamente com Américo Brasiliense, Araraquara, Descalvado, Ibaté, Ibitinga, Itápolis, Matão, Nova Europa, Porto Ferreira, Santa Rita do Passa Quatro e São Carlos.

 

Os outros dois são: Metal-metalúrgico, Máquinas e Equipamentos, que congrega Américo Brasiliense, Araraquara, Fernando Prestes, Matão e São Carlos; e Têxtil, Vestuário e Acessórios, composto por Araraquara, Borborema, Ibitinga, Itápolis, Matão, São Carlos e Tabatinga.

 

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico é responsável em atrair investimentos, fomentar o empreendedorismo e a inovação tecnológica para a retomada do crescimento econômico do Estado. A Pasta também oferece qualificação profissional para atender as demandas atuais do mercado, gerando oportunidade de trabalho para todos.

 

Com informações: Assessoria de Imprensa – Câmara de Taquaritinga

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *