Em Taquaritinga (SP): Família faz campanha para ajudar menino que teve perna amputada em acidente com fogos de artifício

Amigos e familiares de Vitor de Matos da Costa, de apenas 12 anos, estão se mobilizando nas redes sociais para conseguir fundos e ajudar o garoto, que teve sua perna amputada após um acidente com fogos de artifício no ano passado, enquanto passava as férias no interior de Minas Gerais.

Shadow
Slider

O acidente ocorreu no dia 27 de Dezembro em uma comemoração religiosa. Durante a celebração, um dos organizadores acabou infringindo os protocolos de segurança e arremessando fogos por conta própria; várias pessoas foram atingidas, mas Vitor se feriu com maior gravidade por estar mais próximo de onde as bombas estavam armazenadas.

A festiva estava sendo realizada em uma propriedade rural e o encaminhamento até o hospital estruturado para o caso durou horas. Ele foi socorrido na unidade médica, mas a demora no atendimento resultou na amputação da perna, além de um quadro de infecção e anemia. Os pais foram avisados no amanhecer do dia seguinte, a pedido do próprio menino, que se preocupou em não assustar os familiares sabendo da distância que teriam que percorrer para encontrá-lo.

O procedimento cirúrgico foi realizado no dia 28 de Dezembro e o menino ficou hospitalizado por 27 dias, acompanhado de sua mãe, que ficou dentro do hospital durante todo o período aguardando a recuperação do filho até ele receber alta médica e retornar para a casa, no final de Janeiro.

Já em Taquaritinga, a família foi encaminhada para iniciar o processo de reabilitação de Vitor no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto; entretanto, por decisões internas, o garoto foi encaminhado para a Saúde de Araraquara, onde dará início ao tratamento.   

“Foram momentos muito delicados até ele receber a notícia de que está pronto para colocar uma prótese, o que renovou suas esperanças. Ele ama jogar bola, mas o acidente lhe impôs muitas limitações, pois não é fácil se adaptar sem uma das pernas. O acessório vai proporcionar grande liberdade de locomoção, facilidade de movimentos e melhor qualidade de vida”, diz um trecho da campanha disseminada nas redes sociais.

O menino reside no Jardim São Sebastião, em Taquaritinga e, para a compra da prótese, a família precisa de uma quantia equivalente a R$ 15 mil. Até o momento, mais da metade do valor já foi conquistada.

Os interessados em ajudar devem entrar em contato através dos telefone (16) 9.9729-0553 / (16) 9.8130-6683 / (16) 9.9239-8505.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *