Gestantes foram as que menos se vacinaram contra a Influenza/H1N1 em Taquaritinga (SP)

A campanha de vacinação contra a Influenza/H1N1 em Taquaritinga (SP) teve bons resultados até o momento e a Vigilância Epidemiológica já cumpriu a meta de cobertura vacinal em trabalhadores da saúde, idosos e pessoas portadoras de doenças crônicas; entretanto, o grupo prioritário das gestantes permanece com o menor percentual de imunização, com apenas 38%.

Shadow
Slider

De acordo com o último levantamento feito pelo setor epidemiológico municipal, crianças de 6 meses á 6 anos também não atingiram a meta de vacinação até o momento; o balanço divulgado no dia 18 de Junho mostra que o percentual atingido foi de apenas 46,8%. Puérperas e professores também permanecem abaixo da meta, com 70% de cobertura da cada.

O público com maior cobertura vacinal contra a gripe é o dos profissionais da Saúde, com 144%, seguido pelos idosos (112%), doentes crônicos (106%).

Diante da baixa procura voluntária, o secretário da pasta, José Fonseca Neto, relata que a cada Unidade Básica de Saúde (UBS) está engajada em buscar o público-alvo para que todos recebam a vacina. “As equipes estão traçando estratégias próprias de contato para buscarem as pessoas que devem receber a dose”, disse em entrevista.

Foram dois meses de oportunidade exclusiva para que os grupos prioritários se imunizassem; de acordo com a Organização Mundial da Saúde, eles são os mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias. A campanha de vacinação foi estendida em todo o território nacional até o dia 30 de Junho e, nesta fase final, está aberta para a toda a população. Todas as Unidades Básicas de Saúde estão habilitadas para realizarem a imunização; basta apresentar um documento com foto ou a carteira de vacinação.

A vacina contra a Influenza não tem eficácia contra o novo Coronavírus; porém, auxiliar os profissionais da Saúde no momento do diagnóstico, já que os sintomas são parecidos.

One thought on “Gestantes foram as que menos se vacinaram contra a Influenza/H1N1 em Taquaritinga (SP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *