Volume de chuvas em Janeiro é o maior registrado nos últimos três anos em Taquaritinga (SP)

O volume de chuvas registrado em Taquaritinga (SP) no primeiro mês de 2020 foi o maior nos últimos três anos. Os dados disponibilizados mostram que o município registrou 298,2 milímetros durante os trinta e um dias de Janeiro, o que corresponde mais que o dobro do ano passado, quando se computou 147,8 milímetros. O período só não foi mais chuvoso que em 2016, quando a marca atingida foi de 569,6mm.

Shadow
Slider

Segundo Oracy Schuindt, chefe da Casa da Agricultura de Taquaritinga, órgão responsável pelo levantamento, a quantidade de chuva registrada já era esperada pelos agricultores. “Os meses de Janeiro e Fevereiro são os que mais registram volume de chuva no ano; mesmo que esperada, ela ainda causa danos no campo. Um dos motivos é a falta de conservação do solo, principalmente nas lavouras de cana-de-açúcar e amendoim”, disse. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as águas que caíram sobre a cidade no mês deixou estragos ambientais e provocou o corte de, ao menos, onze árvores em situações de risco. Também foram atendidas duas ocorrências de inundações em residências, deixando apenas prejuízos materiais.

Uma ‘tromba d’água’ também provocou o rompimento de um canal de tubulação (conhecido como adutora) em uma área já debilitada na Avenida Dr. Paulo Zuppani na primeira quinzena do mês, causando uma “cratera” no local. Em nota, a Assessoria de Imprensa da Prefeitura disse que os serviços para conter os danos foram iniciados de imediato; parte da avenida segue parcialmente interditada e a finalização do reparo deve ocorrer em até 60 dias.

Foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal

Fevereiro – Somente nos cinco primeiros dias de Fevereiro deste ano, o volume de chuvas que caíram no município já alcançou quase metade da média prevista para todo o mês; os medidores da Casa da Agricultura registraram 90 milímetros até na quarta-feira (5). Tudo indica que será um mês abundante e a marca esperada será atingida. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *