Retorno das aulas presenciais em Fevereiro ainda é incerto, diz Secretária da Educação de Taquaritinga (SP)

O início do ano letivo de forma presencial nas escolas municipais de Taquaritinga (SP) ainda é incerto, principalmente com o fato de que número de pessoas infectadas pelo novo Coronavírus está aumentando neste mês de Janeiro. A questão entre a Educação e o contágio da Covid-19 tem sido a preocupação de todos os envolvidos: professores, pais e autoridades.  

Segundo a Secretária Municipal da Educação, Neide Salvagni, há muitas incertezas quanto ao retorno dos alunos em meio à pandemia. De qualquer maneira, a pasta já discute com os professores para que aulas sejam retomadas ainda neste bimestre. Neste período de recesso, reuniões estão sendo feitas para que os critérios e protocolos sejam estabelecidos durante a volta às salas de aulas.

Em entrevista ao programa ‘Taquaritinga Presta Contas’, o prefeito Vanderlei Mársico disse que aguarda a chegada dos equipamentos de segurança para retomar a discussão sobre o retorno. “Estamos cogitando um acolhimento dos alunos nos dias 18 e 19 de Fevereiro (quinta e sexta-feira) para que, possivelmente, as aulas se iniciem no dia 22 (segunda-feira). Tudo dependerá da população; é ela que deve se conscientizar que estamos vivendo a segunda onda da Covid-19. As negligências das pessoas estão prejudicando a todos; se o cenário se gravar, teremos que tomar atitudes mais drásticas, não só na Educação, mas em todos os setores”.

Vanderlei disse ainda que a Prefeitura realizou a encomenda de 12 mil peças de uniforme, que deverão ser distribuídas entre os 4 mil alunos da rede. “Serão três conjuntos (dois de verão e um agasalho), um par de tênis e uma garrafa identificada para que cada criança leve a sua água para a escola. Estamos nos preparando para acolher nossos estudantes”, completa. 

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *