Prefeitura apura atitude racista contra enfermeiro durante vacinação da Covid-19 em Taquaritinga (SP)

A Prefeitura de Taquaritinga (SP) está apurando a denúncia de um enfermeiro que relatou ter sido vítima de uma atitude racista durante a vacinação em uma idosa contra a Covid-19 na manhã de segunda-feira (1). O caso aconteceu no Ginásio de Esportes ‘Antônio D’Ambrosio’, onde o Centro de Vacinas está instalado.

Segundo a vítima, que preferiu não ter seu nome divulgado, ele está escalado para trabalhar na equipe responsável pela imunização no sistema ‘drive-thuru’  e abordou o veículo para conferir os documentos necessários da idosa que seria vacinada. No momento em que recebia os papéis, a motorista (e filha da mulher) pediu para que ele não chegasse perto da mãe dela. “Quando ouvi isso, pedi para outra colega dar continuidade ao atendimento e voltei para o meu trabalho, chamando o próximo automóvel que estava na fila. De imediato, eu não entendi o que havia acontecido, mas depois eu me toquei que poderia ser por causa da minha cor”, relatou em entrevista ao radialista Auro Ferreira. Outros profissionais teriam presenciado o momento.

O enfermeiro disse que não soube como reagir quando se deu conta do havia acabado de passar. “Não acionei a Polícia Militar, pois não me atentei para a gravidade daquela atitude. Acabei sendo ‘reprendido’ pelos meus colegas por falar somente depois que a família foi embora. Faz doze anos que trabalho na cidade e nunca passei por isso”, explica. 

O caso foi relatado nas redes sociais e ganhou repercussão nos principais jornais da região. Colegas de profissão, como a coordenadora da UPA 24h, Ana Lúcia Salles Teodoro, se manifestou em um grupo de Facebook popular na cidade com uma mensagem de apoio ao taquaritinguense. 

O enfermeiro agradeceu a todo o apoio prestado à ele e sua família e espera não se deparar com situações semelhantes a esta. “Me senti muito injustiçado, mas agora estou feliz e acolhido por toda a manifestação de carinho”, finaliza.

Em nota, o Secretario de Saúde, José Fonseca Neto, disse que foi comunicado do ocorrido e trabalha para identificar as acusadas. O enfermeiro não havia registrado boletim de ocorrência até a tarde de quarta-feira (3).  

One thought on “Prefeitura apura atitude racista contra enfermeiro durante vacinação da Covid-19 em Taquaritinga (SP)

  • 5 de março de 2021 em 19:44
    Permalink

    Vamos de novo falar sobre um prefeito hipocrita que quer agradar a todos e um secretario da saude que vende terra…
    Vamos utilizar o “drive-thru”, dicionario disponivel online para combate o virus, quem sabe alguns obitos dentro da prefeirura nao fazem esses covardes levare mais a serio a situacao.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *