Final de semana é marcado por alto número de casos de violência doméstica registrados em Taquaritinga (SP)

O último final de semana de 2018 foi marcado pelo alto número de casos de Violência Doméstica registrados no plantão policial de Taquaritinga (SP). Em alguns deles, a Polícia Militar da cidade foi acionada e compareceu até o local indicado, registrando o flagrante do fato; outros foram registrados pelas vítimas na Delegacia de Polícia e serão investigados.

 

Um dos casos ocorreu na noite de natal (25), mas foi comunicado somente no dia 29. A vítima, de 57 anos, moradora do centro da cidade, se dirigiu até o plantão policial para registrar a agressão que a sua mãe, de quase 90 anos, sofreu por parte de um sobrinho dela, que reside na cidade de Matão (SP). Segundo ela, o fato teria se iniciado após a sua mãe negar uma quantia de dinheiro exigida pelo autor enquanto todos participavam da festiva do feriado. O rapaz, de 25 anos, foi contido por familiares que estavam presentes e a idosa sofreu diversos ferimentos, passando pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h), apresentando o laudo médico durante o registro da ocorrência. As medidas cabíveis deverão ser tomadas nos próximos dias.

 

Na madrugada de domingo (30), por volta das 2h30, uma moça de 20 anos acionou a Polícia Militar em uma residência localizada na Avenida Washington Luís, no Jardim Contendas, depois de ser agredida por seu amásio, de 41 anos. Segundo o seu relato, o agressor teria desferido alguns socos em sua cabeça, além de puxar o seu cabelo e rasgar a sua roupa, colocando-a para fora de casa após uma discussão. Ela foi conduzida para a Delegacia pelos agentes militares, sendo orientada sobre os seus direitos legais.

 

Em outra situação, a equipe da PM foi acionada em uma casa situada na Rua Visconde do Rio Branco, onde estaria ocorrendo uma briga de casal na tarde de domingo (30). Chegando ao local, foi feito contato com a vítima, de 25 anos, que por sua vez, relatou que após uma discussão com o seu amásio, também de 25 anos, o agressor teria a golpeado com uma faca, atingindo o seu braço. O acusado relatou que agrediu sua companheira depois que ela o ofendeu com palavras de baixo calão. As partes foram levadas para a Delegacia de Polícia, onde o delegado autuou o autor dos fatos pelo crime cometido, arbitrando uma fiança no valor de R$ 960 que, até o término da ocorrência, não havia sido apresentada pelo indiciado.

 

Ainda no domingo (30), no início da noite, uma gestante de 21 anos foi até o plantão policial alegando que seu irmão, de 19 anos, teria a agredido após uma discussão familiar no momento do jantar. O fato ocorreu em uma residência do Jardim Paraíso I, por volta das 20h. O acusado chegou a atingir a jovem com dois socos, em sua nuca e em seu braço, sem lhe causar ferimentos graves. O boletim de ocorrência foi registrado e o caso será investigado.

 

O que é Violência Doméstica: Violência doméstica é um padrão de comportamento que envolve violência ou outro tipo de abuso por parte de uma pessoa contra outra num contexto doméstico, como no caso de um casamento ou união de facto, ou contra crianças ou idosos. Em Taquaritinga (SP), as vítimas podem se dirigir até a Delegacia de Polícia ou à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), ambas localizadas no mesmo prédio na Praça Narciso Nuevo, no centro da cidade, para denunciarem o crime; ou então, a Polícia Militar pode ser acionada pelo telefone emergencial 190.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *