Em Taquaritinga (SP): Pessoas que recusarem a vacina contra a Covid-19 por causa de fabricante serão imunizadas somente no final da campanha

A Secretaria de Saúde de Taquaritinga/SP informa que os moradores dos grupos já contemplados para se imunizarem contra a Covid-19 poderão correr o risco de esperar a última etapa da campanha caso se recusem a tomar a vacina em função do fabricante dela. Casos semelhantes já foram registrados em diversos municípios paulistas, onde os moradores assinaram um ‘termo de desistência’ e foram impedidos de realizar um novo agendamento, devendo ser chamados para a imunização somente no final da campanha, ou seja, quando a vacinação da população adulta for concluída.

Geralmente, a negativa acontece quando a pessoa já está no local aguardando sua vez e desiste de tomar a vacina depois que seu cadastro é efetivado. Caso isso ocorra, ela terá que assinar o documento de responsabilidade pela desistência.  

Atualmente, estão sendo aplicadas em Taquaritinga/SP vacinas de quatro fabricantes diferentes: CoronaVac, AstraZeneca, Pfizer e da Janssen. A Saúde tem antecipado as faixas etárias conforme o recebimento de novos lotes de imunizantes. 

No total, 42.059 doses já foram aplicadas na cidade, representando 57,10% da população já vacinada com a primeira dose.

Apesar dos debates feitos em redes sociais, que mencionam possíveis episódios de recusa do imunizante no Centro de Vacinação desde que a vacinação foi aberta para o novo público na segunda-feira (19), nenhum caso foi registrado pela Secretaria até o momento.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *