Em Taquaritinga (SP): Migração de alunos da rede privada para a pública é menor que em 2020

Educação afirma que maior migração ocorreu no Ensino Fundamental

Apesar do momento complicado na economia de todo o país, a Secretaria Municipal de Educação de Taquaritinga (SP) não registrou aumentou de migração de alunos de escolas particulares para a rede pública de ensino em 2.021.

A incerteza do retorno às aulas presenciais nas escolas da cidade, bem como a paralisação temporária de diversos setores, gerou a expectativa de que a procura por vagas nas unidades públicas fosse aumentar. Entretanto, a pasta recebeu 38 novas crianças na Educação Infantil neste ano; 4 a menos do que foi registrado no ano passado.

No Ensino Fundamental, as matrículas mantiveram-se na média recebida anualmente; para 2021, são 23 novos estudantes na rede, enquanto 24 migraram para as escolas públicas no ano passado.

O cenário registrado no município diverge da média nacional, quando as pesquisam mostram a perda de instituições privadas em até 40% nas matrículas de estudantes, sobretudo, pela incerteza do retorno às aulas presenciais e pela crise financeira causada pelo novo Coronavírus.

Neste ano, as classes de Educação Infantil contarão com 1.576 crianças e o Ensino Fundamental terá 2.802 alunos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *