Em Taquaritinga (SP): Decreto autoriza retorno das aulas presenciais em escolas estaduais e mantém suspensão nas municipais até final de Abril

A Prefeitura Municipal de Taquaritinga (SP) autorizou o retorno das aulas presencias na escolas estaduais da cidade. Segundo o decreto, publicado no Diário Oficial nesta quarta-feira (14), a retomada nas instituições e na ETEC ‘Dr. Adail Nunes da Silva’ deverá ser feita de acordo com o cronograma do Governo do Estado.

As equipes gestoras e docentes da Diretoria Regional de Ensino já trabalhavam internamente e as famílias estavam sendo orientadas sobre a possível retomada. Segundo as informações obtidas, as escolas deverão ser reabertas ainda nesta semana.

A dirigente regional de ensino, Prof. Maristela Gallo, disse que as cinco unidades escolares estão munidas de equipamentos de proteção individual para de cada servidor e também para estudantes, seguindo todos os protocolos estabelecidos pela Saúde. Além disso, haverá um ‘rodízio’ semanal entre os alunos para que, a cada dia, as salas acolham apenas 35% da capacidade presencial dos jovens.

Os estudantes e servidores do grupo de risco ainda permanecerão afastados, em aprendizagem e atividades remotas.

“Para começarmos bem, priorizaremos o acolhimento dos nossos alunos nos primeiros quinze dias do retorno, bem como as orientações sobre as novas regras de convivência e de saúde nas escolas e nos ambientes em geral, assim como utilização  dos equipamentos de proteção e a importância do distanciamento social. Será um recomeço seguro, consciente e responsável”, enfatiza.

Os alunos serão organizados para que compareçam nas escolas, em geral, duas vezes por semana. O horário das aulas também seguirá o período regular, obedecendo o horário de entrada e saída de praxe. 

Das onze cidades que a DRE abrange, quase 40% delas retomaram o ensino presencial nesta quarta-feira (14).

Rede pública municipal e particular:

A rede pública municipal permanecerá com as atividades letivas presenciais suspensas até o dia 30 de Abril, mantendo o ensino à distância. O retorno presencial, de forma gradativa, está sendo avaliado pelas secretarias de Educação e Saúde.

As aulas presenciais em escolas e cursos particulares ainda permanece facultativo. As instituições que optarem pelo retorno devem cumprir integralmente os protocolos sanitários estabelecidos pelos órgãos federal, estadual e municipal de saúde, além dos já previstos no Plano São Paulo do Governo do Estado.

(Foto: Ilustrativa)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *