Deputados aprovam o novo piso salarial da enfermagem que deverá ser de R$ 4.750

O Projeto de Lei 2564/20, que institui o piso salarial para enfermeiros, técnicos, auxiliares de enfermagem e parteiras, foi votado na Câmara Federal, na última quarta-feira (04), e aprovado por 449 votos favoráveis e 12 contrários. Representantes da categoria acompanharam a votação e a aprovação do projeto de lei dentro das galerias da Câmara dos Deputados, em Brasília, e comemoraram a vitória. No entanto, segundo o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), a proposta somente irá à sanção presidencial após o Congresso promulgar a PEC 122/15, do Senado, que proíbe a União de criar despesas aos demais entes federativos sem prever a transferência de recursos. Pelo texto aprovado o valor básico para enfermeiros em todo o Brasil passaria a ser de R$ 4.750,00, sendo que 70% deste valor para os técnicos (R$ 3.325,00) e 50% para os auxiliares de enfermagem e parteiras (R$ 2.375,00). Segundo a relatora, Carmen Zanotto (Cidadania-SC), “é impensável que uma atividade profissional da relevância da enfermagem não tenha ainda um piso salarial nacional definido em lei. É uma demanda antiga e justa da categoria”, disse em seu discurso, na tribuna. Já o Partido Novo, através do deputado Tiago Mitraud (MG), apontou o temor de que a aprovação do piso gere demissões nos hospitais e se mostrou preocupado com o futuro da categoria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.