#Covid-19: Centro de Triagem de Taquaritinga (SP) bate recorde de atendimento após feriado de Natal

Nesta semana, o Centro de Triagem para atendimento de moradores com sintomas do novo Coronavírus bateu recorde de atendimento desde o início de suas atividades em Taquaritinga (SP). Adaptado nas instalações do Ginásio de Esportes ‘Manoel dos Santos’, o local recebeu 126 pessoas na segunda-feira (28) . O segundo dia com maior movimento foi na terça-feira (29), com o atendimento de mais de 100 pacientes. Em dois dias, foram 60 coletas de exames e determinação de isolamento social para, aproximadamente, 30 pessoas.

Segundo o secretário da Saúde, José Fonseca Neto, a alta nos diagnósticos já é reflexo do feriado de Natal. “Não consideramos apenas a véspera e o dia de Natal (24 e 25 de Dezembro), mas também os dias que antecederam as datas. Muitas pessoas receberam seus familiares já no início daquela semana ou saíram para realizar suas compras em cidades vizinhas. Infelizmente, muitas dessas ocasiões colocam as pessoas em maior exposição aos vírus”, disse em entrevista ao Jornal Tribuna.   

O número de munícipes infectados com a doença vem crescendo e, conforme determinadas situações as quais os profissionais da pasta estão se deparando, Fonseca já teme mais uma fase difícil na cidade. “O contágio está aumentando e a preocupação está diminuindo. Isso acaba sobrecarregando o sistema de saúde, pois nenhuma cidade tem estrutura para suportar uma demanda tão grande de moradores doentes. Estamos recebendo denúncias de festas que poderão acontecer neste final de ano e estamos muito preocupados com essa situação. Definitivamente, vemos que muitas pessoas não estão se cuidando”, enfatiza.

Taquaritinga já registrou 1.435 casos positivos de Covid-19 desde o início da pandemia; 24 deles foram computados somente nos últimos três dias. Até ontem, quarta-feira, (30), 12 pacientes estavam em tratamento contra o vírus.

Há, ainda, 54 pessoas aguardando o resultado do exame laboratorial.

O número de moradores que realizaram o teste para diagnóstico ultrapassou os 5 mil, de acordo com o boletim epidemiológico n°. 289.

A cidade já registrou 43 óbitos em decorrência da doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *