Casos de Covid-19 em Taquaritinga (SP) sobem pelo quinto dia consecutivo; número de recuperados também aumenta

Em apenas duas semanas, o número de casos confirmados mais que triplicou

O aumento de casos positivos de Covid-19 em Taquaritinga (SP) está preocupando as autoridades da Saúde da cidade; em apenas duas semanas, o número de pacientes passou de 8 para 28, de acordo com o levantamento feito até a tarde desta sexta-feira (12), quando também foi registrado o quinto dia consecutivo de novos casos da doença. Somente nos últimos dias, oito resultados positivos chegaram ao conhecimento do setor de Vigilância Epidemiológica.

O número de pacientes recuperados também aumentou. Até o momento, são 10 pessoas que estão em tratamento e 18 são consideradas curadas; cinco a mais do que no dia anterior.

Em entrevista, o secretário da pasta, José Fonseca Neto, disse que grande parte do contágio dos pacientes testados positivos recentemente ocorreu durante festas e aglomerações feitas no município. “Estamos preocupados com diversas situações; vejo que a maioria das pessoas está seguindo e mantendo os cuidados necessários, mas muitas ainda não respeitam os pedidos de distanciamento social ou não fazem o uso de máscaras de proteção individual. Mais do que nunca, precisamos da colaboração de todos”, disse.

O boletim mostra que 206 pessoas já realizaram o teste de Covid-19 em Taquaritinga desde o início da pandemia, sendo 168 casos descartados, 10 que aguardam resultado de exame e 28 confirmados. Dos pacientes testados positivos que estão sendo monitorados pelo setor epidemiológico, 9 estão em isolamento domiciliar e um está hospitalizado na Santa Casa.

One thought on “Casos de Covid-19 em Taquaritinga (SP) sobem pelo quinto dia consecutivo; número de recuperados também aumenta

  • 12 de junho de 2020 em 21:23
    Permalink

    O Secretário da saúde de Taquaritinga tem toda razão, muitos caminham em grupos e deles muitos sem máscaras. Infelizmente ocorre no Brasil todo porque não existe responsabilidade social, não se preocupam com eles e nem com a sociedade brasileira.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *