Absolvido pelo STJ, ex-prefeito de Taquaritinga (SP) deixa cargo no Estado e entra para o rol de pré-candidatos

Uma decisão monocrática do Ministro Gurgel Faria que foi publicada no Diário Oficial da última quarta-feira (12) deu provimento do Recurso Especial do ex-prefeito Paulo Delgado (DEM) para absolvê-lo das acusações de improbidade administrativa por ter adquirido medicamentos sem licitação em 2012, último ano de seu segundo mandato. A decisão era bastante aguardada nos bastidores políticos da cidade, pois desde que foi condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, o ex-prefeito teve seus direitos políticos suspensos por estar incurso na Leia da Ficha Limpa.

Com direitos políticos restabelecidos, Delgado protocolou, na manhã de ontem, o pedido de exoneração do cargo que ocupava junto ao Governo do Estado por indicação do vice-governador Rodrigo Garcia.

José Paulo Delgado, ex-prefeito de Taquaritinga (SP) assinando sua exoneração do cargo que ocupa no Governo do Estado de São Paulo

Pré-candidatos:

Com a desincompatibilização, Delgado entra para o rol de pré- -candidatos a prefeito, que já conta com o atual prefeito Vanderlei
Mársico (PSDB) e o ex-vereador e superintendente do IPREMT Aristeu Silva (PRTB- partido do vice-presidente da República, General Hamilton Mourão). Nos bastidores, são cogitadas ainda candidaturas da ex-vereadora e advogada Dra. Márcia Zucchi (PV), do estudante Caio Forcel (PDT) e do PT que tradicionalmente lança nomes próprios nas disputas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *