Taquaritinga (SP) terá ‘Casa Da Juventude’ voltada para qualificação e empreendedorismo

Em breve, Taquaritinga (SP) contará com um espaço multiuso de apoio ao público jovem no início da vida profissional. O projeto, chamado ‘Casa da Juventude’, visa auxiliar na busca por oportunidades de emprego e renda com ações voltadas à economia criativa, qualificação, empreendedorismo e convivência. 

Além dos cursos, a Casa incentivará um coworking com área projetada, especificamente, para o trabalho colaborativo, garantindo que os jovens possam desenvolver projetos empresarias em diversos setores. “O coworking é uma iniciativa com espaço e a estrutura necessária para que empresas e profissionais independentes (principalmente os jovens em início de carreira) possam trabalhar a inovação, a criatividade, a troca de experiências e fortalecer contatos. Os jovens são empreendedores por natureza. A Casa da Juventude será o escritório do jovem no Estado de São Paulo”, afirmou o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

O prefeito Vanderlei Mársico e o vice Luiz Fernando Coelho da Rocha participaram do lançamento do programa na última terça-feira (4), na capital paulista. Vanderlei explica que, para viabilizar o programa, a administração doará o terreno e ficará responsável pela aquisição de móveis e demais equipamentos. O Estado vai financiar prédios com área construída de 240m², em estrutura metálica e alvenaria. O prazo médio para a entrega de cada unidade é de oito meses.

“A Casa da Juventude atende um dos pilares da nossa administração, que é olhar para os jovens, promovendo qualificação profissional e oportunidades”, destacou Vanderlei.

Para a qualificação profissional, o governo estadual irá oferecer as modalidades Expresso e Estágio do Novotec, com cursos técnicos e profissionalizantes gratuitos, além de um ambiente para desenvolvimento de modelos de negócios sustentáveis e startups. As Casas da Juventude também serão unidades acadêmicas e operacionais para atividades presenciais de cursos oferecidos pela UNIVESP (Universidade Virtual do Estado de São Paulo).

O programa também vai apresentar aos participantes um conjunto de negócios baseados em capital cultural e criatividade empreendedora. O objetivo é oferecer práticas de transformação digital, além de cursos com metodologia apropriada para o ensino de robótica, tecnologias da informação e tecnologias aplicadas a design, animação e games, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *