Leandro Gregorio é o primeiro aluno surdo a se formar na FATEC de Taquaritinga (SP)

O administrador Leandro Marcello Gregorio, de 40 anos, é o primeiro aluno surdo a se formar na Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC). O ingresso do rapaz na instituição provocou um salto no sistema de inclusão da instituição e já arrastou outros estudantes portadores de deficiência para o ensino superior gratuito.

Leandro é natural de Monte Azul/SP e reside no município há mais de dez anos. Formado em Administração de Empresas, possui pós-graduação e trabalha como Instrutor de Libras. Neste ano, ele alcança mais um sonho de sua vida: se formar no curso de Sistemas Para Internet.

A escolha pela nova profissão foi movida pelo desejo de atuar na área de tecnologia e pela expectativa de obter melhor colocação no mercado de trabalho. “Já me candidatei em diversas vagas para a gestão de empresas, mas poucas vezes obtive retorno. Na maioria dos casos, querem me colocar na equipe da produção por eu não ser ouvinte. Se a comunicação é a maior barreira que enfrento, acredito que no ramo tecnológico eu tenha mais sucesso profissional, pois ele exige diferentes formas de contato, como por exemplo, o uso de e-mail, WhatsApp e outros aplicativos”, disse em entrevista ao Jornal Tribuna.

O desafio da jornada começou no vestibular, feito em 2018 sem o auxilio de intérprete. A profissional foi contratada somente após a aprovação do administrador, iniciando o acompanhamento quando ele estava na segunda quinzena de aula. “Sentia a preocupação da coordenadora do curso, mas a contratação é feita pela Secretaria do Estado. Felizmente deu tudo certo e não tive prejuízos na aprendizagem. A intérprete me acompanha até hoje, fez muito bem seu trabalho, sou muito grato”, relatou.

Leandro ainda revela que a pandemia de Covid-19 acabou atrapalhando a sua rotina de estudos no último ano. “Eu precisaria ter dois computadores para acompanhar as aulas. Alguns conteúdos ficaram defasados, mas estou correndo atrás para colocar tudo em ordem”.

Perto da cerimônia de formatura, que ainda não tem formato definido, o rapaz já sonha com os próximos passos na carreira e almeja ingressar no mestrado. “Penso que encontrarei mais oportunidade de emprego em cidades maiores ou até fora do Brasil. Estou disposto a me mudar caso surja uma boa proposta. Sou fluente em inglês e isso também deve me ajudar. E, claro, jamais pararei de estudar”, finaliza.

A graduação do administrador também é comemorada pelos professores e direção da FATEC. “Estamos muito felizes com essa conquista. Com ele pudemos promover uma aprendizagem inclusiva diferente. O Leandro nos despertou o interesse em aprender LIBRAS para podermos nos comunicar e acolher mais alunos como ele. Que a formação dele seja a abertura do caminho para que mais portadores de deficiências encorajem-se a ingressar na FATEC para conquistarem o futuro brilhante que todos tem”, disse a diretora Luciana Ferrarezi.

Atualmente, mais quatro estudantes com deficiências estão frequentando a faculdade nos mais variados cursos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.