“Impossível passar por isso e não se tornar mais humano”, diz dr. Élcio Piacente sobre internação por Covid-19

Internado há dezenove dias na Santa Casa de Taquaritinga (SP), o médico Dr. Élcio Piacente continua se recuperando da infecção pela Covid-19. O pediatra contraiu o vírus no final do ano passado, mas já apresenta imunidade á doença e segue em observação médica, com previsão de alta ainda para esta semana.

Em entrevista ao Jornal Tribuna, o médico disse que os exames apontam uma boa evolução no quadro e que está se sentindo muito bem.

Dr. Élcio procurou a Santa Casa no dia 17 de Dezembro, três dias após se sentir indisposto. Ao realizar alguns exames, os profissionais da unidade pediram sua internação para melhor investigação do quadro e, dias depois, o diagnóstico da Covid-19 foi confirmado.

Durante o período, a resposta de seu tratamento foi muito favorável. De início, ele precisou de acompanhamento na Unidade de Terapia Intensiva, mas foi colocado no quarto assim que os testes apontaram uma baixa carga viral em seu organismo.

O médico ainda falou sobre a experiência de passar por uma doença tão incerta e que vencer o vírus lhe trouxe aprendizados que jamais serão esquecidos.  “Não imaginei que essa doença fosse tão ‘brava’. A recuperação dela depende do organismo de cada paciente e cada pessoa reage de um jeito. Em pessoas mais velhas, como eu, pude sentir o quanto ela é agressiva. É impossível passar por tudo isso e não se tornar mais humano. Quando eu sair do hospital, quero olhar a vida de outra forma; quero visitar amigos, ficar perto da minha família e respirar de forma livre e pura. Afirmo que voltarei para o meu trabalho com um olhar diferente e prometo passar isso aos meus pacientes”, relatou.

Além de elogiar a equipe médica e toda a estrutura da Santa Casa, dr. Élcio enfatizou que as ligações e mensagens de pessoas próximas e pacientes foram muito importantes nos dias difíceis. “Sem dúvida alguma, toda a preocupação demonstrada foi essencial pra mim. Não imaginei que tivesse tantos amigos aqui na cidade e na região. Cada ligação foi extremamente importante  e, com toda a certeza, me ajudou demais. Acredita que precisei até trocar o meu aparelho celular? O que eu usava já estava antigo e não suportava tanta notificação (risos). Enfim, estou feliz demais e com muita gratidão a cada um que torceu por mim. Agradeço a todos, indistintamente, que participaram do meu tratamento, principalmente ao cardiologista Dr. Wilson Guimarães, que já era um grande amigo, agora o considero muito mais. A todos que rezaram por mim, podem ter certeza que cada oração foi sentida por mim e por minha família”, finaliza.

O pediatra pretende retomar os atendimentos no consultório na segunda quinzena de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *