Em Taquaritinga (SP): Rotatória do Residencial Ipiranga receberá o nome do contador Chigueo Kamada

Vereadores da Câmara Municipal de Taquaritinga (SP) votaram, na 28° Sessão Ordinária realizada na segunda-feira (6),o Projeto de Lei 5.908/2021 que denomina uma das rotatórias do Residencial Ipiranga como Dr. Chigueo Kamada. A proposta foi enviada pelo Poder Executivo e aprovada por unanimidade. 

A rotatória está localizada no entroncamento das avenidas Heitor Alves Gomes e Emílio Calil. O objetivo é homenagear o empresário, que prestou relevantes serviços para a cidade durante toda sua trajetória de vida.

Chigueo era taquaritinguense, sendo o terceiro dos cinco filhos de Kikue Ohashi Kamada e Hiroharo Kamada (também já vereador do município). Aos 14 anos mudou-se para grande São Paulo em busca de estudo, adquirindo experiências na área contábil, onde se especializou.

Ao retornar para a cidade-natal, se tornou assistente de direção do antigo ‘Ginásio Industrial’ (atual Escola Estadual Francisco Silveira Coelho). Fundou, juntamente com Dr. Francisco Deolindo Locilento, o Escritório de Contabilidade Locilento & Kamada, que mais tarde viria a ser a Organização Contábil Kamada, que neste ano completou 54 anos.

Ao lado de um reduzido grupo, foi um dos fundadores do Clube Náutico Taquaritinga, que completou meio século de atividades recreativas e esportivas. Foi, também, integrante da Associação Japonesa – Kaikan, tendo ocupado diversos cargos dentro da instituição. Presidiu a Câmara Municipal com muita competência e responsabilidade, tendo exercido três mandatos como vereador. Eleito pela primeira vez no pleito de 1988, Dr. Chigueo foi primeiro secretário da Mesa Diretora de 1989 a 1990. No biênio seguinte, foi escolhido presidente por seus pares.

Advogado, vereador, contador e empresário da cidade, deu oportunidade a centenas de pessoas, conhecido por oferecer o “primeiro emprego” para pessoas sem experiência profissional e que precisavam ingressar ao mercado de trabalho. Sempre solidário a diversas causas, ajudou a população com com seu trabalho e empenho.

Seu falecimento ocorreu em  Julho de 2020, na capital paulista, por complicações da Covid-19. Ele deixou a esposa Eliane Zanin Kamada, as filhas Patricia Zanin Kamada (médica pediatra) e Fabricia Zanin Kamada (também contadora, advogada e atual proprietária de seu escritório), além do neto Francisco.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.