Prefeitura de Taquaritinga (SP) realiza cerimônia em homenagem a Revolução Constitucionalista de 9 de Julho

A Prefeitura de Taquaritinga (SP) realizou, na manhã desta terça-feira (9 de Julho), uma cerimônia em homenagem a Revolução Constitucionalista do ano de 1932. O evento foi dirigido pelo Secretário de Cultura e Turismo, Thiago Duarte e ocorreu em frente ao Obelisco ao Soldado Constitucionalista, na Praça Dr. Horácio Ramalho, no centro de Taquaritinga (SP).

Slider
O Secretário de Cultura e Turismo, Thiago Duarte, dirigiu a cerimônia realizada na manhã desta terça-feira (Foto: Alessandra Cason)

Diversas autoridades públicas estiveram presentes no local, como o prefeito Vanderlei Mársico e seu vice Luiz Fernando Coelho da Rocha, além de vereadores, secretários municipais, funcionários públicos e atiradores do Tiro de Guerra. 

Os jovens participantes do Projeto “Pelotão Mirim”, comandado pelo Subtenente Colares e sua esposa Socorro Maciel foi, sem dúvida, uma das grandes atrações da festiva. Os atiradores mirins foram elogiados por todas as autoridades que discursaram na oportunidade, que enalteceram a importância da iniciativa na cidade.

Atiradores mirins foram elogiados por todas as autoridades que discursaram na cerimônia em homenagem a Revolução Constitucionalista (Foto: Alessandra Cason)
Prefeito Vanderlei Mársico no momento em que dialogava com o Subtenente Colares e sua esposa Socorro Maciel (Foto: Alessandra Cason)

A banda do Maestro Marin também esteve na solenidade e emocionou o público presente com as melodias reproduzidas pelos músicos. 

Em determinado momento, o jornalista Hamilton Aiello foi convidado para explicar a importância da Revolução para o Estado de São Paulo, citando lembranças e fatos importantes que ocorreram antes e depois do referido acontecimento. A escola estadual “9 de Julho”, localizada no Jardim Contendas, em Taquaritinga, que formou diversas personalidades importantes para o município e que carrega a data em seu nome, também foi lembrada.

 

A solenidade, marcada para as 9h,  se iniciou com poucos minutos de atraso e teve duração de uma hora.

Placa do Obelisco localizado na Praça Dr. Horácio Ramalho

Sobre a Revolução Constitucionalista: Na época, o movimento contra a ditadura de Getúlio Vargas foi planejado pelos paulistas e contou com a adesão de estudantes, profissionais liberais e trabalhadores que exigiam uma Assembleia Constituinte. Cerca de 200 mil se alistaram e 60 mil combateram; o saldo oficial é de 934 mortos (estimativas não-oficiais são de 2.200 mortos). Taquaritinga (SP) enviou mais de 300 combatentes e três de nossos jovens tombaram no campo de batalha: Clineu Braga de Magalhães, Dilermando Dias dos Santos e Octávio Santos Calheiros, que hoje são nomes de ruas da cidade. (Com informações: Assessoria de Imprensa)

 

Deixe uma resposta