Saúde de Taquaritinga (SP) registra 82 casos confirmados e um óbito por Covid-19 nos primeiros dez dias de 2.021

A Secretaria de Saúde de Taquaritinga (SP) contabilizou 82 casos confirmados de Covid-19 entre os dias 1 e 10 de Janeiro de 2.021, além de um óbito causado pela doença no segundo dia do mês. 

A última morte em decorrência do novo Coronavírus entrou no boletim com outros quatro óbitos que aconteceram em 2.020 e foram computados pela Secretaria na última sexta-feira (8). Com as informações atualizadas, a taxa de mortalidade no município passou de 2,99% para 3,14%.

A pasta também realizou 247 exames de pessoas que apresentaram sintomas característicos da doença e colheram o teste para diagnóstico; o número total de notificações passou de 5.003 para 5.250. 

Desde a última semana de Dezembro, quando as festivas de encerramento do ano de 2.020 começaram, o Centro de Triagem Contra a Covid-19 no município (conhecido popularmente como ‘Gripário’) vem batendo o recorde de atendimentos diários; são quase 500 pessoas recebidas, semanalmente, com sinais da infecção.

Em entrevista, o secretário da pasta , José Fonseca Neto, afirma que, desde o início da pandemia, a maioria de casos confirmados foram provenientes de festas particulares e em edículas alugadas. “Nossa maior dificuldade ainda é a organização de festas, pois as pessoas ficam reunidas e não fazem o uso correto da máscara. Em estabelecimentos comerciais, estamos nos deparando com o descumprimento dos protocolos de Saúde pelos próprios funcionários. Enfim, são situações em que percebemos a irresponsabilidade e desrespeito de jovens; eles fazem parte do principal grupo infectado com o vírus na cidade e, infelizmente, são assintomáticos e estão causando sofrimento e enfermidade a seus familiares e outras pessoas”, disse.

Fonseca também afirma que a subnotificação dos casos é uma preocupação da Saúde, já que muitos moradores estão procurando a rede privada para realizarem o exame de diagnóstico. “Muitas vezes, a pessoa recebe o resultado positivo e volta para o trabalho, ou ainda, retorna para a casa sem nenhuma orientação dos médicos. Isso dificulta o corte da linha de transmissão, que é o que a gente tem trabalhado muito até agora”, relata.

A orientação das autoridades de Saúde é que o munícipe procure atendimento médico assim que os primeiros sintomas da Covid-19 de manifestarem. O ‘Gripário’ está instalado no Ginásio de Esportes ‘Manoel dos Santos’ (Avenida João Perissinotti, número 475) com funcionamento de segunda à sexta-feira, das 7h ás 16h e aos sábado, das 9h ás 15h.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *