Gambá é visto na Avenida Heitor Alves Gomes em Taquaritinga

Na manhã desta sexta-feira (3), um gambá foi visto nas grades do portão dos “predinhos” da Avenida Heitor Alves Gomes, em Taquaritinga, bem em frente da Secretaria Estadual da Educação. A bela imagem foi capturada pelo fotógrafo Marcelo Troiano, sócio-proprietário da 5ª Cor Gráfica, localizada na mesma avenida.

 

O gambá é um marsupial de hábitos noturnos, ou seja, começa a caçar e coletar alimentos durante o período da noite. Sua alimentação consiste em ovos, frutos, vermes, insetos, lagartos, anfíbios e até mesmo filhotes de pássaros.

 

Eles possuem hábitos solitários, porém, na época do acasalamento, formam casais para reproduzir. Neste período o casal constrói um ninho de galhos e folhas secas.

 

Os gambás produzem na região das axilas um líquido de cheiro forte e desagradável que serve para espantar outros animais. Este mesmo odor é produzido pela fêmea na época da reprodução, para atrair o macho.

 

Os filhotes de gambá nascem na forma de embrião e pesam dois gramas, aproximadamente. O desenvolvimento ocorre na bolsa materna da mãe. A média de vida de um gambá é de 4 a 5 anos.

 

Possuem vários nomes, dependendo da região do Brasil: micurê (Mato Grosso); mucura (Amazônia); saruê (Bahia) e timbú (Ceará e Pernambuco). O habitat natural dos gambás é a floresta, porém consegue adaptar-se bem em regiões com presença humana. Vivem em quase todos os países da América, desde a Argentina até os Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *