CAT só empata em Limeira e está eliminado na Segundona

Depois de ter empatado por 1×1 com o Independente FC no jogo de ida no Taquarão na quarta-feira (29), a equipe do Clube Atlético Taquaritinga voltou a campo no último sábado (2) para fazer o jogo da volta pelo ‘mata mata’ das oitavas de final do Campeonato Paulista da Segunda Divisão Sub23 e precisava de uma vitória simples para avançar na competição.
Mesmo diante de um adversário que não precisava vencer e cuja proposta de jogo desde o inicio era se defender a equipe comandada por Carlinho Alves não conseguiu impor seu ritmo de jogo e furar a defensiva do Independente.
A grande chance para ganhar o jogo aconteceu aos 36 minutos do segundo tempo quando o lateral esquerdo Coruja desperdiçou uma penalidade máxima sofrida por Thiaguinho. Chamaram a atenção a ‘fome’ e a displicência do camisa 6 cateano. Primeiro foi fominha ao impor sua vontade diante taquaritinguense Rafinha que havia se habilitado para a cobrança e caminhava para a marca fatal com a bola nas mãos. Segundo, foi displicente e partiu para a bola como se estivesse participando de um recreativo de solteiros contra casados… caminhou, parou, deu saltinhos e, diante do gigante goleiro Romário de 1,93 m de altura, jogou fora o gol e a classificação.
Nos minutos finais o CAT foi valente e tentou fazer o gol, mas o jogo terminou em 0x0. Diante de dois resultados iguais e pela melhor campanha do Independente na primeira fase, o Galo da Vila Esteves avançou na competição e o Leão da Araraquarense foi eliminado.
Depois um início de competição espetacular, como há muito não via a torcida cateana, o CAT caiu vertiginosamente de produção, ressuscitou o moribundo América que até a 9ª. rodada não havia ganhado de ninguém, e perdeu em Matão para a Matonense, o que seria um resultado normal, mas com isso saiu do G8 e perdeu a vantagem no ‘mata mata’. A valentia de Carlinhos Alves, no jogo para ‘cumprir tabela’ em Matão custou caro. Quando poderia poupar suas principais peças, lançou mão de Lucas Lima que havia ficado fora durante todo segundo turno por contusão, e o meio campista acabou recebendo cartão amarelo e desfalcando o Leão no primeiro jogo diante do Independente.

 

Auxiliado por Wilder, Coruja tira a bola de Rafinha e desperdiça o penalti que daria a classificação ao CAT

 

As contratações de Wilder, Wagner e Ferrugem nada acrescentaram ao elenco tricolor que já estava pronto, ‘carregou o piano’ e conquistou antecipadamente a vaga para a segunda fase. Preterir Derick foi outro erro que Carlinhos Alves insistiu em cometer, pois as vezes em que esteve em campo ao lado de Gustavo na ‘cabeça da área’ o Leão conseguiu bons resultados.
Foi a melhor campanha depois de 2017 quando o CAT chegou até a 3ª. fase e ficou entre os 8, em um regulamento que depois da fase de grupos previa um quadrangular antes do ‘mata mata’. Naquela ocasião o Leão foi eliminado pelo São Bernardo que levava vantagem por dois resultados iguais.
Para 2022 a Federação Paulista de Futebol deve implementar a planejamento de 2020, adiado pela pandemia do novo corona vírus, que previa a criação da Série B da Segunda Divisão, o que equivaleria à 5ª. Divisão. Nesse novo formato, em 2023 disputariam a Segunda Divisão apenas os 16 melhores colocados em 2022.
O CAT segue disputando as categorias de base com chances reais de classificação no Sub17. Faltado 3 rodadas o CAT ainda tem como adversário Grêmio Novorizontino, em Novo Horizonte, Ferroviária de Araraquara no Taquarão e Santacruzense em Santa Cruz do Rio Pardo. No Sub20 e no Sub15 o Leãozinho já está eliminado.
Cogitam-se os bastidores informações de que a parceira do CAT nas categorias de base, LPL Sports, tem como meta a disputada da Copa São de Futebol Junior, competição Sub20, considerada a ‘copa do mundo’ da categoria.

O taquaritinguense Rafinha, é ‘convencido’ a entregar a bola para Coruja. Wilder, reserva de Rafinha, ajudou. Link para o video: https://drive.google.com/file/d/1o_TznhhTrJ_azXO_ax1M4GbyCN4ZjxVz/view?usp=sharing

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.