Em Taquaritinga (SP), indivíduo é morto por vigilante de empresa durante tentativa de roubo

Um indivíduo, de 38 anos, foi morto na noite de domingo (29 de Setembro) enquanto participava de uma tentativa de roubo de mercadorias pertencentes à Rumo Logística, na linha férrea de Taquaritinga (SP). Os autores dos disparos que tiraram a vida de R. A. D. S. são vigilantes da empresa e alegam que agiram em legítima defesa.

Slider

Segundo as informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada, por volta das 20h30, para comparecer  nas imediações da Fazenda Jangadão, próxima à Faculdade de Taquaritinga (FTGA), onde uma quadrilha estaria tentando roubar mercadorias e maquinários do local, usados em uma obra executada na linha férrea.

Com a chegada da PM, um veículo do modelo “picape” foi visto deixando a área; entretanto, não foi possível identificá-lo ou detê-lo. Os policiais Cabo Richard e Cabo Sidney encontraram um meliante, de 37 anos, caído com dois ferimentos de arma de fogo (um em seu abdômen e outro próximo da axila) e, ao seu lado, outro homem, de 38 anos, que se identificou como primo do indivíduo baleado e que foi detido. 

Inicialmente, dois funcionários da empresa terceirizada, responsável pelos serviços de vigilância da locomotiva, relataram que viram dois veículos, ocupados por diversos homens, invadindo o local para cometerem o crime. Outros dois vigilantes disseram que foram atacados pelos bandidos e acabaram disparando contra o assaltante que estava com uma faca. Eles também contaram que, dias atrás, perceberam a subtração de soja de um dos vagões do trem da empresa; por esse motivo, passaram a intensificar a ronda naquele trecho. 

Os autores dos disparos, de 28 e 32 anos, disseram que o homem detido pela PM chegou ao local, acompanhado de outro indivíduo, intimidando e ofendendo os funcionários que estavam trabalhando. Na intenção de coibir o ataque, ambos dispararam contra um deles. Ao iniciar fuga, o restante da quadrilha acabou incendiando o carro da empresa.

Fotos: Polícia Militar / Polícia Civil
Fotos: Polícia Militar / Polícia Civil

O Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer o resgate do ferido, mas foi constatado o óbito do pedreiro no local. 

Após  a equipe do Instituto de Criminalística (IC) de Jaboticabal (SP) realizar os trabalhos necessários, o acusado capturado foi levado para a Delegacia de Polícia, sendo autuado em flagrante pelo delito de Roubo (tentado). Os vigilantes foram ouvidos e qualificados como “investigados” no boletim de ocorrência, sendo liberados no final.

Segundo os registros policiais, o indivíduo capturado já estava sendo investigado em outro inquérito policial. Na ocasião, um caminhão carregado com dormentes furtados na mesma linha férrea foi apreendido pelas autoridades locais; porém, os ocupantes do veículo conseguiram fugir. Durante as investigações, o proprietário do caminhão foi identificado como o homem detido.

Também foram apreendidas duas armas de fogo (calibres 7.65 e 38) deixadas pelos assaltantes. Uma delas estava com o cartucho “travado”; ou seja, falhou no momento do disparo.

O corpo do pedreiro foi levado para o IML de Jaboticabal (SP) por uma funerária da cidade. Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento.

O caso já está sendo investigado pelo Setor de Investigações Gerais (SIG) do município.

Deixe uma resposta