Bandido é baleado e morto pela PM durante roubo em propriedade rural de Taquaritinga (SP)

Um indivíduo (ainda não identificado) foi morto pela Polícia Militar de Taquaritinga (SP) depois de manter uma família refém em uma propriedade rural localizada ás margens da Rodovia Carlos Tonani, sentido Jaboticabal.

Slider

O fato aconteceu na noite de terça-feira (11), por volta das 22h30. De acordo com as informações do boletim de ocorrência, três bandidos armados invadiram a residência da família anunciando o assalto; um das vítimas, de 24 anos, percebeu a aproximação do trio e avisou os demais familiares que estavam em um quarto. Posteriormente, o jovem conseguiu pegar um celular e pular a janela, fugindo do local para pedir ajuda.

Três pessoas ficaram na mira dos assaltantes: o caseiro (de 48 anos), sua esposa (de 40 anos) e o segundo filho do casal (de 20 anos). Sob forte ameaça de morte, todos foram trancados em um dos cômodos enquanto os bandidos subtraíam celulares, dinheiro e exigiam as chaves de um trator. Como a máquina estava sem combustível, o trio acabou deixando-a para trás e se evadindo do local.

A vítima que conseguiu sair do imóvel pediu ajuda para o vizinho da propriedade e ligou para a PM. Imediatamente, a equipe (composta pelos soldados Leandro, Rodinei e Igor) se dirigiu para a área indicada e se deparou com o trio de criminosos. Houve troca de tiros e dois assaltantes conseguiram fugir; o terceiro foi baleado e morto no local.

No bolso do indivíduo não foi encontrado documento de identificação; apenas um celular de cor branca e cartuchos de um revólver calibre 12. O material foi apreendido pela perícia, bem como uma bolsa e uma capa de chuva deixada pelos meliantes durante a fuga. 

O Instituto de Criminalística (IC) de Jaboticabal (SP) esteve no imóvel e realizou os trabalhos necessários. O corpo do indivíduo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para exame necroscópico (autópsia).

Foram feitas diligências pela área, mas os indivíduos que fugiram não foram localizados. O boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Polícia ás 3h37 desta quarta-feira e os policiais foram ouvidos pela Dra. Célia Maria L. T. Souza Reis, tendo suas armas apreendidas para investigação.

O caso já está sendo apurado pelas autoridades do Setor de Investigações Gerais (SIG).

Deixe uma resposta