Jovem de 19 anos desaparece após aceitar ajuda para trocar pneu do carro em Bariri (SP)

A estudante de fisioterapia Mariana Forti Bazza, de 19 anos, moradora de Bariri/SP, desapareceu na manhã de ontem (24 de Setembro) após sair da academia onde estava com amiga em uma aula de “crossfit”. Rodrigo Pereira Alves, de 33 anos, que teria ajudado a trocar o pneu do carro, é considerado o principal suspeito do sumiço da jovem.

Rodrigo Pereira Alves, de 33 anos, que teria ajudado a trocar o pneu do carro, é considerado o principal suspeito do sumiço da jovem.

Mariana e a amiga saíram da academia por volta das 8h. A colega disse à Polícia que pegou sua motocicleta e saiu em direção ao trabalho. Já Mariana, segundo câmeras de segurança que já estão de posse da Polícia Civil, dirigiu-se até seu veículo e notou que o pneu estava murcho. Nesse instante, as câmeras flagraram um homem, tratado até agora pelas autoridades como principal suspeito, se aproximar dela e oferecer ajuda para a troca do pneu. O rapaz conversa com Mariana e logo em seguida se dirige para uma chácara que fica em frente à academia.


Ainda de acordo com as imagens do circuito interno de segurança, após conversar com o rapaz, Mariana entrou no carro e o guiou para dentro da chácara. Cerca de uma hora depois, o veículo saiu do local, mas não é possível identificar pela gravação quem está no volante. Uma pessoa sai pela porta do motorista, fecha o portão da chácara e segue em alta velocidade com o carro. Enquanto o rapaz trocava o pneu do carro, Mariana chegou a fotografá-lo e, numa rápida conversa por uma rede social, enviou a foto para seu namorado, Jéferson Viana, Tenente da Marinha e que estava em Santos (SP) naquele momento.


O pai da jovem, Aírton Fernando Bazza e a mãe, Marlene Aparecida Forti Bazza, precisaram ser internados na Santa Casa de Saúde de Bariri (SP) ao saber do desaparecimento da filha.


Já no final da tarde de ontem (24) o carro da estudante foi localizado em Itápolis (SP) e, coincidentemente, o rapaz que fora visto nas imagens foi convidado a prestar depoimento na Delegacia de Polícia Civil da cidade, mas não compareceu.


Rodrigo foi localizado no cemitério de Itápolis (SP) onde estava escondido, mas conseguiu fugir. Entretanto, ele acabou sendo detido quando tentava fugir em uma casa no Jardim Veneza. Ele foi ouvido, sendo levado pelo Delegado Dr. Durval Usar Neto, por volta das 23h30, para a cidade de Bariri (SP). Até agora ele não deu informações sobre o paradeiro da vítima.

(Com informações: Valtemir Tambarussi – Itápolis)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *