DESTAQUEEsporteMais recentes

CAT vence o União na estreia da Copa Paulista

Sabadão, dia 15 de junho, à tarde, estreia da Copa Paulista e o CAT venceu. Um a zero o União São João de Araras, que está na Série A3. O jogo foi no ‘Taquarão’ para um público de 601 pessoas, que viram um primeiro tempo razoável, com chances de ambos os lados. Já na segunda etapa, só o CAT jogou. O União não conseguiu chegar ao gol do arqueiro Saldanha. Foi assim contra a maioria dos times na A4. Não importa quem esteja jogando entre os titulares, importante é que o modelo de jogo do professor Marelli segue sendo impressionante. Sem muitos alardes. O CAT não é o time a ser batido. Por sinal, está muito longe disso, porém, chama a atenção a compactação nesse jogo, principalmente, na segunda etapa.

A tarde foi de reencontros. Reencontros de Rael e Andradina com o torcedor. O primeiro deixou o time em 2023 para se aventurar na Penapolense, que parecia que iria montar uma seleção no Paulista. O zagueiro nem jogou. O segundo foi ao Comercial jogar uma Série A2. O time de Ribeirão Preto não soube utilizar o talento do meio-campista do Leão. Mesmo rebaixado, Andradina foi bem. Ambos voltaram à Taquaritinga e ficou uma amostra de como seriam importantes no primeiro semestre. Mas, enfim, não aconteceu! Lucas Lima, o ‘Perninha’ também se reencontrou com o clube, mas ficou no banco de reservas.

Tivemos mais estreias: Pedrão, Franco, Alan Leite, Natan Bahia e Andrey Jacaré. Além deles, João Vitor, Renan, Trindade e Tinin. Eles saíram do banco de suplentes para atuarem com o manto cateano. Detalhe para Tinin que é da cidade de Taquaritinga, do esporte amador e foi muitas vezes pedido por alguns torcedores nos primeiros meses. Falando em cidade, foi de uma cria que saiu o gol da vitória: Fabio Irano batendo pênalti.  Penal esse sofrido por Yuhei, outro remanescente de 2023 e que não jogou o Paulista desse ano por conta da idade e que surpreendentemente saiu como titular. Falando novamente em cidade, homenagem realizada pela diretoria do CAT para Gustavo Silva, que defendeu o Leão em 22 jogos como profissional e que hoje está em Portugal, no time do Nacional, que vai jogar a elite. Para quem não acompanhou, Gustavo Silva foi um dos destaques do time na temporada 23/24.

O União do bom Campagnollo desperdiçou chances claras na primeira etapa, principalmente, com o centroavante Viana. Paulinho de acesso com Matonense e Grêmio Prudente era o pensador da equipe, que ainda contava com alguns remanescentes do acesso para a A3: o zagueiro Mancha (por sinal conseguiu o acesso pelo Velo Clube nessa temporada para a elite), o lateral esquerdo Tallys e o extremo pela direita Jhoaninha. Podemos colocar nessa linha o médio Igor, que atuou na A3 desse ano. Os visitantes eram tão fortes que ainda tinha no onze titular o extremo direito Wesley, que esteve no Lemense no primeiro semestre. Mas, mesmo com essa força, não foram páreos para segurar o CAT.

Verdade que o pênalti bobo cometido por David em Yuhei mudou a história do confronto, que se terminasse empatado não seria nenhum absurdo. Esse primeiro jogo só mostra as dificuldades que serão encontradas nas partidas. Agora, o CAT tem uma semana para corrigir alguns erros, como de bolas por dentro do adversário que levou muito perigo. O próximo jogo ocorre no sábado, 22 de junho, em São Carlos, contra o Grêmio, que estreou com empate por 1 a 1 contra o Rio Claro. Lembrando que o XV de Piracicaba folgou nessa rodada.

 

Foto: Bruna Modesto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *