Militares encerram suas carreiras profissionais na 2° Cia da Polícia Militar de Taquaritinga (SP)

Depois de servirem e protegerem à população taquaritinguense por quase 30 anos, os policiais militares Cabo Sidney Mendes e Cabo Mário Maria requisitaram a aposentadoria para encerrarem suas carreiras profissionais na Polícia Militar. O pedido foi atendido e eles concluíram suas atividades no final do mês de Novembro.

Slider

Cabo Sidney entrou na PM em Outubro de 1994, vindo para Taquaritinga no ano seguinte. Durante sua carreira, trabalhou na Ronda Escolar, Rádio Patrulhamento e Força Tática.

Já o Cabo Mario ingressou na carreira militar em 1996, labutando nas cidades de Ribeirão Preto e Jaboticabal antes de iniciar seu trabalho na cidade.

Dentre os diversos momentos em que Mário e Sidney estiveram juntos zelando pela segurança pública da cidade, vale a pena destacar um dos mais recentes: ambos participaram de uma ocorrência que deteve um rapaz de Monte Alto (SP) quando ele estava dirigindo um veículo roubado na cidade de Jaboticabal (SP). Os meliantes atiraram contra as autoridades policiais ao se depararem com a viatura obstruindo a passagem na conhecida “Estrada das Areias”. Os companheiros dos PMs revidaram o ataque a atingiram um adolescente infrator, de 17 anos. O jovem com maioridade penal foi detido e condenado a 4 anos e 8 dias de prisão por crimes de Resistência, Porte de Arma de Fogo e Corrupção de Menor. Na foto abaixo, também relembramos um fato de 2003 onde o trabalho da dupla foi essencial para a prisão de um indiciado:

As famílias dos respectivos soldados prestaram homenagens a eles durante o último expediente de trabalho. O atual comandante da 2° Companhia da Polícia Militar de Taquaritinga, Emerson Vieira Coelho, também se manifestou sobre a ocasião. “Foi um prazer ter trabalhado com o Sidney e o Mario, pois são exemplos de retidão, postura, honestidade e lealdade. Sempre desempenharam suas funções com maestria; cada um com sua forma de viver a vida. Sidney é uma pessoa muito carismática, sempre levando a alegria com um sorriso e o Mário tem uma história de vida muito importante que, mesmo engajado em seus projetos sociais, nunca deixou de ser um bom policial. Desejo que Deus abençoe eles nessa nova fase e que aproveitem o que eles se dedicaram à sociedade de Taquaritinga. É uma dádiva saber que, há 30 anos, a família de cada um os “entregavam” para a Polícia Militar e que agora, com muita saúde, estão conseguindo ser restituídos ao convívio familiar novamente”, disse.

Deixe uma resposta