Jovens da Fundação CASA de Taquaritinga (SP) conquistam estágio pelo CIEE

Dois adolescentes que cumprem medida socioeducativa de internação na Fundação CASA de Taquaritinga (SP) passaram no processo seletivo do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), para estagiar no Fórum da referida cidade.

 

Entre dez vagas oferecidas para adolescentes que cursam o ensino médio na região, Paulo, de 16 anos, e Alex , de 17 anos (nomes fictícios), alcançaram a pontuação na prova que prestaram no dia 23 de novembro do ano corrente, e agora, estão na fase de contratação.

 

A equipe do Centro Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (CASA) está auxiliando em todo o trâmite administrativo e judicial, uma vez que, para estagiarem a partir de janeiro de 2019, é necessária autorização do Juiz da Infância e Juventude. A unidade do CIEE em Jaboticabal (SP) intermedia a contratação com o Fórum.

 

“Os meninos estão muito ansiosos. Eles não veem a hora de começar o estágio”, afirma o coordenador pedagógico do CASA, Willyan Fávero. “Quando demos a notícia de que tinham sido aprovados, até se emocionaram por terem conquistado as vagas”, completa. A lista dos aprovados saiu no dia 30 de novembro.

 

A preparação dos adolescentes para a prova de seleção contou com apoio dos professores da escola estadual vinculadora, a “E.E. Felícia Adelvais Pagliuso”, que sanaram dúvidas dos conteúdos abordados no teste.

 

Após a comunicação do resultado ao Judiciário, a equipe do centro socioeducativo aguardará a autorização para levar, de segunda a sexta-feira, os adolescentes para cumprirem o estágio. Diariamente, serão quatro horas de trabalho, somando 20 horas semanais, para os quais serão remunerados.

 

O horário do estágio é compatível com a continuidade dos estudos no ensino médio, uma vez que Paulo e Alex estão, respectivamente, na 1ª série e na 2ª série da etapa de ensino.

 

A gestão do CASA Taquaritinga é compartilhada entre a fundação e a organização da sociedade civil Apoio, o Centro de Apoio ao Adolescente de Taquaritinga (SP). (Fonte: AI/Fundacão).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *